Cada negócio começa com seu tamanho, muitas vezes com o proprietário como único funcionário. Se identificou com essa situação? Então, a conversa é com você mesmo!

Atualmente, o MEI é composto por mais de 15 milhões CNPJs, o que corresponde a praticamente 70% do total de empresas que existem em nosso país.

É natural que a grande parte das pessoas que iniciam um negócio busquem crescimento e expansão. Parte delas, ao entender que as coisas não acontecem no tempo esperado, acreditam que a virada de chave precisa de mais esforço ou alguma habilidade ainda a ser desenvolvida.

A MaisMei existe para ajudar o MEI a atingir objetivos maiores e, a partir do nosso aplicativo e fornecendo orientação sobre como fazer o negócio prosperar, conseguimos impulsionar milhares de Microempreendedores Individuais.

A expansão da empresa traz incontáveis vantagens, e resolvemos selecionar 4 razões que podem motivar você ainda mais nessa meta.

  1. Resolução de problemas
    Ao crescer, a empresa pode superar desafios como vendas em baixa ou a concorrência à frente.

  2. Crescimento da economia
    O crescimento do negócio amplia oportunidades, fortalece sua reputação e facilita negociações com fornecedores, além de oferecer melhores condições para solicitar crédito bancário.

  3. Aumento de clientes
    Com mais unidades ou variedade de produtos, a empresa atrai mais clientes, resultando em mais vendas e maior fluxo de caixa.

  4. Melhorias Constantes
    A expansão demanda uma abordagem abrangente, identificando e corrigindo pontos fracos. Isso resulta em melhorias contínuas.

Expandir o negócio é sempre uma boa ideia!

Antes de arregaçar as mangas e cair em cima do trabalho, é interessante pensar em alguns pontos e separamos os mais importantes neste artigo.

Continue a leitura e tome nota. Você só tem a ganhar quando aprende como fazer seu negócio crescer!

Conta bancária empresarial (Conta PJ)

Quando uma pessoa abre um CNPJ, é muito importante que ela abra, também, uma conta PJ.

Assim, dá para separar do jeito certo as finanças pessoais das empresariais. Quando a conta PJ é usada da maneira certa, o Fisco entende que a empresa, o MEI, e o empreendedor, pessoa física, são coisas diferentes. Assim, o negócio tem mais chances de conseguir aprovação em linhas de crédito, o que é essencial na hora de expandir.

Se quiser entender melhor sobre a importância de separar as contas da pessoa física e da jurídica, a leitura deste texto pode ser muito útil: Contas pessoais x financeiro da empresa: 4 benefícios de separar e dicas para fazer

Lembrando que dentro do nosso app, o MEI encontra algumas opções para abrir sua conta PJ. Baixe agora e veja as alternativas de nossos parceiros.

 

Maquininha de Cartão

Pensa rápido: qual empresa grande não oferece maquininha de cartão na hora de receber? Ok, até existe, mas para o MEI, oferecer esse meio de pagamento pode ajudar muito quando o objetivo é vender mais.

Ter uma máquina de cartão em seu negócio dá ao cliente mais opções de pagamento, o que pode aumentar consideravelmente as suas vendas. Para você ter ideiua, a Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços divulgou recentemente que as compras com cartão de crédito representam 40% de todas as vendas do comércio.

Além das pessoas conseguirem parcelar as compras – o que é determinante pra muita gente –, para o MEI as vendas no cartão são sinônimo de mais conforto e segurança, tanto para a empresa quanto para o cliente.

Essas são as formas de pagamento que a maquininha de cartão recebe:

Crédito

Quando o cliente tem limite suficiente para comprar um produto seu, a aprovação da venda é praticamente instantânea. E fora isso, a questão da segurança é , como já comentamos.

Tenha em mente que contar com a opção de crédito atrai mais gente para seu negócio. E se você vender parcelado então, aí sim é que tudo se encaixa!

Débito

Um dos principais benefícios do cartão de débito é a agilidade em receber o dinheiro da venda, o que significa tranquilidade pra todo mundo que é empreendedor. Passou, tá na conta!

Pix

Ele caiu nas graças dos brasileiros: atualmente, o Pix é o meio de pagamento mais usado pelo povo.

Para facilitar, as maquininhas de cartão recebem pagamentos nesse formato. O cliente só precisa apontar seu celular para o QR Code que surge na tela da maquininha e o pagamento é confirmado em segundos.

Um estudo feito pela Zetta, uma associação de empresas de tecnologia que atuam com serviços financeiros digitais, indicou que 81% das pessoas que usam o Pix escolhem essa forma de pagamento na hora das compras.

Ou seja, oferecer o pagamento via Pix é atender uma grande demanda, e até a preferência, dos clientes.

Empréstimos

O MEI que abre um CNPJ normalmente precisa de ajuda em algum momento para o negócio crescer. Quando se tem um CNPJ, conseguir um empréstimo é muito mais fácil.

Para o MEI, existem algumas opções específicas para a categoria. Algumas delas:

  • Pronampe;
  • BNDES Microcrédito;
  • FAMPE (Fundo de Aval para as Micro e Pequenas Empresas);
  • Cooperativas de crédito;
  • Empréstimo com garantia;
  • Microcrédito em bancos e instituições financeiras.

Nessa última opção, você pode contar com a MaisMei. Pelo nossa plataforma, você pode encontrar a solução de crédito ideal para o seu negócio.

Dá uma olhadinha lá! 😉

Capital de giro

Para que uma empresa funcione de maneira saudável, contar com um capital de giro ajuda muito.

O capital de giro é, resumindo bem, o montante necessário para manter sua empresa funcionando. Desde o dinheiro em caixa, crédito bancário, estoque de produtos, entre outros.

Com ele, você pode:

  • Vender a prazo para os clientes (pagamento no cartão de crédito);
  • Manter o estoque preparado, inclusive em datas sazonais e imprevistos;
  • Manter pagamentos em dia, seja de fornecedores ou para os impostos.

No app da MaisMei, você também tem acesso a uma opção de capital de giro. A Zippi, nossa parceira, permite que você receba crédito direto no aplicativo e transfira para sua conta via Pix.

Cuidados para quem quer crescer

Agora, papo reto aqui: expandir o negócio passa por procurar parceiros estratégicos para te ajudar nessa missão, como bons fornecedores, por exemplo.

Lembra que tudo que é bem conversadinho, no fim, gera um ganha-ganha.

Outra coisa muito importante para ficar de olho é cumprir as regras para se manter enquadrado no MEI. Manter o negócio funcionando nas atividades que listadas no seu cartão CNPJ, por exemplo, é essencial para quem quer evitar o desenquadramento da categoria.

Mais um ponto: planejamento financeiro!

É bem mais fácil crescer se você planejar suas finanças. Por isso, faça uma planilha (ou busque algum app que pode ajudar nesse controle) com todos os custos que você tem e quais são suas expectativas de ganho com a expansão.

Veja quanto você vai precisar de fluxo de caixa e, caso necessário, solicite uma linha de crédito.

Para finalizar, as questões burocráticas definitivamente podem ser vencidas com mais tranquilidade. Nós sabemos que muitos MEIs contratam serviços de contabilidade para ajudar em algum momento. A questão é que podem surgir outras questões mais pra frente – e lá vai você pagar por outro serviço.

A MaisMei criou o MEI Plus para quem precisa de ajuda. A diferença é que o MEI faz um pagamento só, que vale por 12 meses, e nossos especialistas cuidam das questões contábeis do CNPJ.

O melhor: por apenas R$149,00! Desse jeitinho, prático e econômico, você terá ainda mais tranquilidade para focar no que é mais importante: o crescimento do seu negócio.